Tem horas que a gente pensa pequeno.

Você passa em frente uma bomboniere e pensa que queria ganhar na loteria pra comprar todos aqueles doces. Pô! Ganhar na loteria pra comprar doce? Você pode ficar milhionário, ajudar milhares de instituições de caridade, comprar carros, casas e quem sabe até arranjar um encontro com a Gisele Itié.

Mas não tem jeito. Se eu ganhasse na loteria, e logo depois tivesse algum lançamento da Apple, achado que dava a louca, assim como a Fabi, e comprava todos os Mac do mundo. Todos!

Pra quê? Sei lá. Pra dizer que sou o único que tem essa belezinha. Digamos que o Mac é um “computador cebola”, você olha e chora. Chora por morar no Brasil e saber que aqui vai demorar mais pra chegar, e vai custar o triplo. Chora de ver como é bonito o danado.

O meu amigo Steve Jobs tem esse dom. O iPhone por exemplo, é um aparelho que eu poderia muito bem viver sem, com algum outro smartphone tão bom ou melhor que ele. Mas quem não quer colocar as mãos em um e gritar: Eu tenho um! Olha aqui mãe! Filma nóis, Galvão!

dsc1319io4 Eu Quero Um Mac!

Ok, agora, sobre o novo Mac: Processador 2.4GHz Core 2 Extreme, 4GB de RAM, placa ATI Radeon HD, 1TB de disco. Está vendo a foto? É isso mesmo, não tem torre nenhuma. O monitor tem 20″, LCD. O teclado tem 1cm de altura. E o preço é muito menos do que poderia valer essa máquina: US$ 1200,00. Dá pra ter esperança de que será vendido por volta de R$ 4000,00 aqui no Brasil, mas isso é um chute.

O Engadget fez a cobertura do evento de lançamento do novo Mac, com muitas fotos. Confira.

Se quiser babar um pouco, veja o vídeo da apresentação de Steve Jobs.




Confira Outras Postagens: